Ressonance RPG



 
HomeInícioCHATRegistrar-seConectar-seBuscarCalendárioFAQ

Compartilhe | 
 

 A Jornada - Frozen Souls

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 4:52 pm

Estava perto do fim da tarde, o sol brilhava em um dourado bem escuro, e a escuridão se aproximava.

O sol batia de frente no castelo da presa de aço e reluzia aquele dourado pesado à distância, em uma última convocação, um último clamor àqueles que estava fora das proteções da cidade.

Homens iam na direção das muralhas que circundavam toda a cidade, era hora de reforçar a vigília.

Os portões da cidade foram fechados, e pequenas chapas de metal se abriram no mesmo, para ser possível observar o que se passava do lado de fora, e os guardas agirem rápido o suficiente para ajudar quem está do lado de fora.

As pessoas saiam das ruas e iam encontrar o abrigo em suas residências. Fora o movimento costumeio nas tavernas, e da ronda dos milicianos, que acendiam as luminarias pelas ruas enquanto passavam, não haviam pessoas nas ruas. Exceto, por um grupo de quatro pessoas.

Eles já haviam sido apresentados pelo Vigilante, o homem que havia marcado aquela reunião. Mas ainda faltavam duas pessoas, que estavam atrasadas.

O grupo estava em frente a residência que serviria como sede daquele encontro, era uma casa grande, e bem aconchegante. Os aventureiros sabiam que haviam pessoas dentro, pois viam as sombras passando de um lado para o outro pelas frestas da porta e das janelas, e por que o herói local havia dito que haveriam pessoas para recebê-los.

Spoiler:
 

Eles também sentiam um leve cheiro de assado vindo de dentro da casa.

Eles haviam sido instruídos de não chamar ningué, apenas bater na porta. Quando o fizeram, ouviram sons de passos na direção da porta, que se abriu lentamente, revelando um rosto curioso.

- Boa noite senhores. - Disse em um cochicho, enquanto se curvava e terminava de abrir a porta, e apontava para o interior da casa, um sinal simples de que o grupo entrasse. - Me chamo Dalam, e fui instruído para cuidar bem dos senhores enquanto meu mestre não retorna.

A sala era de madeira, com uma enorme mesa com várias cadeiras perto de uma lareira. Havia um banco longo também, e mulher e um jovem de uns dez anos na sala.

- Esta é minha mulher, Lera. E nosso filho, Uruhll. Me digam senhores, precisam de algo? Estão com fome? Querem alguma bebida?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:03 pm

ALEX

Álef estava cansado com a aproximação do dia. Ele era um ser essencialmente diurno, e a aproximação da noite fazia a cor de seu olhos inquietos ficar prateada.

Normalmente, ele estaria ajudando no recolher da cidade, mas o chamado dessa noite mudara sua rotina. Ele se contivera para não usar sua magia durante o dia, a fim de estar pronto para qualquer teste que o seu convocador quisesse fazer. Há muito aguardava uma oportunidade para agir na proteção do povo e no combate ao Mal. Ser herói. assim como os Avengers eram.

Ele inclinou-se numa reverência a Dalam e voltou a sua postura ereta, aceitando o convite para entrar. Saudou Lera e Uhuul com um acenar de cabeça e um sorriso acolhedor.

Ao oferecimento de bebidas ou comida, ele acenou negativamente com a mão:

- Não precisa gastar suas provisões comigo, caro Dalam. Guarde-a para sua família. Estou apenas ansioso por falar com seu mestre.


GRACI



Anoushka era sorridente até quando estava apreensiva. Olhares mais atentos notariam a ansiedade da barda, que para descontar, às vezes dedilhava algumas notas como se estivesse tocando seu alaúde. Ela cumprimentou os demais, apresentando-se, recusou com educação a refeição do anfitrião, concordando com os argumentos de Álef. Então disse aos demais:

- Bem, acho que podemos conversar enquanto esperamos, não é mesmo? Posso saber os motivos que levaram cada um a seguir nessa jornada? Vou entender "motivos pessoais", mas se vamos fazer isso juntos, é bom ter algo para compartilhar.


HITO


Era um momento ideal para um início de jornada, a cidade começava a se esvaziar, desfazendo aquele caos urbano que Zalbag mal suportava, ele estava um tanto distante até então, encostado numa parede, em sua boca portava algo que parecia um graveto com folha na ponta, só que seu caule era verde, talvez alguma erva... Ele observava o trio de longe, silencioso, obviamente já tendo cumprimentado-os de longe.

Estava coberto por um manto marrom, o que escondia a bela armadura de Mithral que portava, ao seu lado, repousava um dinossauro, apesar do que se espera, ele não era muito grande, tinha o tamanho do Druida, isto é, quando em pé, visto que nesse momento Rufus se encontrava tirando uma bela soneca.

Quando ele nota que um dos três que já haviam chegado, bate na porta, e um indivíduo que se introduz como Dalam aparece, ele se aproxima um pouco, e segue os outros, Rufus simplesmente vai até o pé da porta e continua a dormir... Lá dentro, como os outros, fez apenas um gesto negativo para quando o mesmo ofereceu comida e bebidas.

Com o questionamento de Anoushka, o druida balança os ombros, ediz:

- Eu só quero proteger o que amo... - Dizia ele com um tom simplista, era verdade, mas não era tudo. Ele parecia se distrair com o graveto em sua boca, estava entediado.


GRACI


Anoushka sorri, parecendo satisfeita com a resposta. Ela então diz:

- O meu motivo é o mesmo. Mas não foi uma decisão fácil, a de ter de partir para proteger a cidade. Talvez muitos dos que deixaremos aqui não entendam, mas eu sonho em tornar Rusty'Nail um exemplo, assim como Mirik é. Precisamos dos Avengers para isso. Eles são a inspiração, a força, eles são as bases da transformação. Enquanto partimos, temos de confiar a outros a defesa de nosso lar. Não podemos deixar que a dúvida nos impeça.

Ela pega o alaúde e começa a tocar uma canção, baixinho e sem cantar. Queria deixar os outros à vontade para falarem enquanto ela tocava.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:05 pm

[off: Hito, o dinossauro não esta dentro da cidade.]

Dalam inclinou a cabeça ante o cumprimento de Àlef, e logo respondeu quando ele dispensou a comida e a bebida. - Meu senhor, esse jantar é para os senhores e nosso patrão. Não são nossas provisões. Nós estamos aqui para serví-los. Esse jantar foi feito para os senhores, o vigilante nunca mostra o seu rosto, então nem tocará na comida. E os senhores não terão outra refeição tão bem preparada por um longo tempo, até sair de Zarkham devem demorar um ou dois meses, até achar uma cidade decente no reino vizinho vai demorar mais um bom tempo.

Então o grupo ouviu passos pesados e profundos, vindo da porta. Ela se abre para uma armadura completa, muito bem polida e em um metal bem reluzente. Trazia um escudo e uma espada nas costas. Era possível ver a silhueta de duas pessoas nas sombras atrás do vigilante.

Spoiler:
 

- Boa noite. - A voz vinha por trás do elmo, ela era abafada pela máscara que o sujeito usava.

[off: Ia dar tempo de vocês conversarem, mas quero dar sequencia ao jogo. Katsu, você me deve sua história, e o Fay a ficha e a história. Preciso disso bem rápido.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:07 pm

RHYGAR

Boltagon era uma pessoa reclusa, era bom em descer o Machado nos outros, mas péssimo em dizer o que pensava.
Não que fosse lerdo, o principal problema era falar, olhar os outros nos olhos. Sempre que tentava as palavras saiam brutas.

Ele ouviu os outros fazerem suas apresentações e falarem suas motivações.

- Gratidão. Estou aqui porque sou grato à liberdade que me deram.


ALEX



Álef ouvia com simpatia os outros falarem até a chegada do anfitrião.

Ele pôs-se de pé e respondeu ao cumprimento dele:

- Boa noite, senhor.


HITO


O Druida, que se encontrava até então encostado em um dos lados da parede, não se manifesta quanto á insistência do servo, realmente não queria comer, não era o tipo de comida com a qual estava habituado, as mais saborosas para ele eram as que conquistara com seus próprios esforços.

Quando o indivíduo totalmente coberto por sua armadura adentra, este não se manifesta, apenas cumprimenta-o com a cabeça, enquanto continua a morder o pequeno caule em sua boca...

OFF: Ok, Bane, restrições da cidade ou algo assim? Eu assumi que ele estava comigo por que ele é do meu tamanho, nem problema de deslocamento per se tem, no mais, ignorem tudo relacionado a ele no post anterior.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:07 pm

[off: Sim Hito, nesse lugar principalmente! Todos ali vivem em um clima de tensão, e qualquer criatura poderia ser atacada pela milícia da cidade, ou pelos próprios cidadãos.

Mesmo que você não veja problemas nisso, outras pessoas tem, e forçar um contato de cidadãos comuns e um velociraptor é complicado, e eu presumo que seu char é sagaz o suficiente para entender isso.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:09 pm

GRACI

Antes da entrada do vigilante, Anoushka respondeu a Dalam:

- Então aceitaremos de bom grado.

Ela sorriu com a resposta de Boltagon. Gratidão era um bom motivo. E então se curvou para o homem de armadura, cumprimentando-o e parando de tocar:

- Boa noite.


RHYGAR


Boltagon foi comer sem cerimonias.

Com um pedaço de frango na boca, assentiu um "boa noite" com a cabeça.


ALEX


Álef não estava com fome, mas aceitou comer por educação de não recusar o oferecimento, mas sua atenção estava no vigilante.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:09 pm

Dalam, sua esposa e seu filho dispuseram os alimentos na mesa, que foi rapidamente atacado por alguns, enquanto a misteriosa figura do Vigilante entrava na sala, seguido por uma mulher e um homem, ambos muito bem constituídos.

- Desculpem o atraso, mas encontrei essas duas boas almas que tem o mesmo interesse de vocês, e achei que era necessário traze-los comigo. Estes são Ibormeith e Phebos, uma grande guerreira e um paladino.

O herói entrava na sala junto dos dois, indo direto a mesa.

- Dalam, Lera e Uruhll, muito obrigado por receber meus convidados. – Enquanto curvava a cabeça

Os três responderam ao gesto, curvando também suas cabeças, e logo eles saíram da casa, deixando o grupo recém formado e o seu anfitrião a sós. O Vigilante se sentou, indicando para que os que estavam em pé também se sentassem à mesa.

- Amigo, gostaria de agradecê-los pelo gesto nobre que vocês estão tendo. – Sua voz era abafada pelo elmo, sendo impossível distinguir o dono dela, mas todos conseguiam ouvir perfeitamente o que era dito. – O caminho que vocês escolheram será cansativo, e muito difícil, mas também acredito que será recompensador.

Ele parou alguns instantes, então se ajeitou na cadeira e retomou seu discurso.

- A ausência dos Avengers provocou um vazio que precisa ser preenchido. – Respirou pesado antes de continuar. - Eles acreditaram em um mundo melhor, e emprenharam seus recursos na construção de Mirik, o destino de vocês. Não conheço Mirik, nunca tive essa oportunidade, mas sei que será uma viagem longa. – Se aproximou da mesa e levou a mão até perto da boca enquanto dizia, fechando o punho. – Vocês devem se empenhar para deixar Zarkham o mais rápido possível, fora desta cidade esse reino é perigoso, todos vocês sabem disso, mas nem o mais preparado aventureiro estaria pronto para enfrentar todos os seus horrores.

Ele tornou a se afastar da mesa, se apoiando na cadeira.

- Seguindo pela estrada principal, vocês passarão por uma parte da Floresta Branca, e terão de adentrar a Muralha de Gelo, o reino drow. Mas não se preocupem, eles estão bastante reclusos há alguns meses, então não deverão ser obstáculo para vocês.

- Há um túnel longo que cruza toda a montanha, que era muito usado quando ela ainda pertencia aos anões. Entretanto, aqueles túneis devem ser lar de muitos tipos de criaturas, então será uma viagem perigosa do mesmo jeito. – Suspirou.

Ele então se remexeu e retirou alguns pergaminhos de uma bolsa que ele trazia na cintura, os pergaminhos eram maiores do que a bolsa, mas não estavam amassados.

- Esses são alguns mapas antigos da região, que eu modifiquei para incluir informações úteis para vocês, como presença de criaturas, ou mesmo perigos naturais. Exemplos disso são uma matilha de lobos-das-estepes que vivem no coração da floresta branca, e um desfiladeiro mais ao sul de Zarkham. Tentei deixa-lo simples, para que qualquer um pudesse entendê-lo. Vocês poderão estudá-lo mais tarde.

Ele voltou a aproximar o corpo da mesa, puxando algumas cartas.

- Nenhum cidadão de bem duvida das atitudes nobres dos Avengers, mas vou conta-los algo que a maior parte das pessoas desconhece, e é de suma importância. – Ele as entregou uma a uma, a cada um deles. – Para esta cidade, e nosso clero, eles são criminosos. – As palavras dele soaram da mesma forma calma que ele tem falado até o momento, a despeito do impacto da notícia. – Nossa divindade padroeira é Ewyna, e por alguma razão que eu desconheço, o grupo enfrentou e matou anjos enviados por ela. – Ele indicava os envelopes, independente das reações que cada um teria.

“Não digam nada. Vocês correm perigo. O clero de Ewyna é agressivo, e secretamente vem pressionando simpatizantes dos Avengers que vivem neste reino. Podemos estar sendo observados nesse exato momento! Vocês devem deixar esta cidade pela manhã, bem cedo. Nos fundos dessa casa existem camas para todos e um alçapão que os levará a um bosque próximo. A intenção do clero é manter as aparências, por isso vão tentar emboscá-los quando deixarem a cidade, até lá eles serão sutis e deverão evitar conflitos diretos. Usando a passagem secreta que há nos fundos vocês poderão despistá-los.”

Ele deu algum tempo para que quem quisesse pudesse ler e continua a fala. – Uma lástima, não é mesmo? Gostaria que vocês repensassem sobre esse objetivo de vocês, caso contrário, tem duas mochilas com alguns equipamentos que vocês podem levar, se quiserem.

Era óbvio, para os que leram, que o que ele dizia após a entrega da carta era dito com a segunda intenção de confundir qualquer tipo de ouvinte, e que a única mensagem para aquele grupo estava naquelas pequenas cartas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:13 pm

GRACI

Era óbvio que a curiosidade de Anoushka faria com que ela lesse a carta. Ela coça a cabeça diante da informação. Ela ri da informação, aquilo era ridículo, e nenhum clero imbecil ia mudar a opinião que ela tinha sobre os Avengers. De um modo ambíguo, ela diz:

- É realmente uma lástima que esse tipo de coisa aconteça.

Parecia que ela falava sobre os crimes dos Avengers, mas ela apontava para a carta dobrada que havia sido colocada sobre a mesa. Era uma lástima as ações do clero, isso sim.


ALEX


Álef assentiu, entendendo os atos do vigilante.

Deu uma piscada de olho e um olhar significativo à volta.


HITO


O druida se senta, visivelmente incomodado com o fato de ter de se sentar, não gostava de ambientes artificiais como aquele, se senta com as pernas abertas, de certa maneira despojado, embora ainda assim perceptível se tratar de um "peixe fora d'água", ele então fita o indivíduo que se dizia ser um Avenger a sua frente, restav apenas um cotoco do caule em sua boca, mas ele nao parecia mostrar sinais de que ia soltá-lo...

Ele escuta as palavras do homem com atenção, mas o fato do mesmo não retirar o elmo o tornava... curioso, era o tipo de pessoa que poderia ser facilmente substituida por outra, numa ocasião necessária... Como um servo de Sain querendo Recrutar os Avengers como inimigos para Ewina... Claro, era uma teoria bem improvável, mas ele não deixou de tomar pequenas medidas preventivas.

A primeira foi filtrar sua verdadeira voz da interferência feita pelo elmo, e memorizá-la, a segunda foi estudá-lo, ver se transparecia algo fora do usual... [Eu peço 20 em Ouvir e sentir Motivação, caso não seja aplicável...]

Ouvir
Rolado 1d20+12 : 11 + 12, total 23


Sentir Motivação
Rolado 1d20+5 : 14 + 5, total 19


Ele, entretanto, nada deixou transparecer, e quando terminou de ler calmamente o "mapa", e depois de alguns comentários ambíguos, diz:

- Avengers, Forgivers, Piecemakers, eu realmente não me importo em como seremos chamados... Se o grande nome do passado realmente se corrompeu, criamos um novo. - Seu tom era casual, despreocupado, de certo modo até simplório, coçava o peito enquanto o dizia.


RHYGAR


Off: Epa...anjos mortos é

Ouviu o que o homem na armadura dizia. Os Avengers Jamais teriam feito algo do genero. Ele estava mentindo ou eram outros usando o nome deles.

-Eu conheci os Avengers, eles jamais fariam algo maligno! – bufou


ALEX


Álef assentiu para os outros, concordando:

- Boltagon está certo, há algo errado, ou não precisaríamos fazer nada escondido do clero da cidade. Precisamos descobrir exatamente o que houve e o destino dos Avengers. Em suma, limpar os nomes deles!


GRACI


O druida estava tentando dissimular, não adquirir inimigos que ficariam em seus caminhos a jornada inteira, mas aquela dupla rapidamente arruinou o que tentara fazer, ele, entretanto, tenta manter a máscara mais um pouco, afinal se estivessem sendo observados, agora os inimigos teriam uma noite inteira para se prepararem de modo a derrubá-los:

"Palermas, que parte do não falem nada não entenderam?"

- Tch... E você considera assassinar anjos um ato bondoso? Não sabemos do status atual dos Avengers, confiar cegamente no que o conhecimento popular e o que o passado nos diz nada reflete no que são hoje, esta terra é corrompida, sempre foi, talvez esta os tenha alcançado... - Ele então fita o feiticeiro - E quando foi que alguém mencionou em fugir do clero? Não tomamos nenhuma decisão quanto a isso. Ewina nunca foi má, pular conclusões seria um erro.

Ele tentava desfazer o que ambos, especialmente o feiticeiro, fizeram, mas se as coisas desandassem de vez, não poderiam esperar até o dia seguinte... Viajarem pela noite na Floresta de Gelo iria oferecer um perigo muito maior... E os Drows não precisariam se preocupar com a luz solar... Estariam claramente em desvantagem.


GRACI


(Desculpa, gente... Sem internet, mandando essa mensagem do celular novo... )

A barda apenas observa. Eram uns atrapalhados mesmo, mas tinham boas intenções. Ela diz:

- Então, o que vai ser?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:13 pm

O Druida estava observando o homem de armadura com alguma desconfiança e, mesmo escondido por todo aquele metal, conseguiu discernir sua voz dele. O druida tem certeza de que, se o encontresse pela cidade, o identificaria.

E Zalbag não credita que o homem esteja mentindo.

O Vigilante observa silencioso, fazendo que sim quando o feiticeiro e a barda seguem seu conselho. Mas quando o guerreiro e o feiticeiro tentam defender a honra dos Avengers, ele apenas faz que não com a cabeça, um não bem sutil. Provavelmente de decepção.

Ele fica alguns instantes em silêncio, quando o druida tenta desfazer a besteira que era dita pelos dois trapalhões, mas eles haviam falado demais. Não apenas ao tentar defender, mas entregaram a informação que havia sido dita em segredo pelo vigilante.

É quando ele responde, após a pergunta da barda.

- Isso eu não posso responder. Não cabe a mim dizer o que vocês devem fazer, nem discutir a honra dos Avengers ou a veracidade dos fatos que foram ditos. Mas essa situação ocorreu a mais de um ano, então dificilmente qualquer um de vocês poderá provar alguma coisa. E já irei adiantando, os Avengers derrotaram dois anjos, e mataram outros três. - Ele fala de forma calma, deixando claro que não era um boato e de que não haviam incertezas em suas palavras. - Não é como se vocês devessem desanimar, ou perder o foco com essa notícia. Ninguém poderá entender as razões deles, ou as dos anjos de Ewina, e não cabe a nós discutí-las. Nem seria prudente fazê-lo. - A sua voz tem uma forte variação, era um sinal claro de que eles deveriam mudar de assunto.

- A minha intenção em trazê-los aqui não é encontrar a verdade, mas lhes dar alguns conselhos e prestar alguma ajuda. Como já disse, o gesto de vocês é nobre e deve ser encorajado. - Ele entregou os pergaminhos que havia retirado da bolsa para a barda. - Tudo que vocês precisam saber esta nesses pergaminhos.

[Off: Todos, rolem ouvir.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sex Ago 20, 2010 5:15 pm

GRACI

Anoushka respirou fundo, e disse baixinho, em desabafo, enquanto pegava os pergaminhos:

- Odeio guerras religiosas. Na medida do possível prefiro ficar fora delas.


Rolado 1d20 : 12, total 12


HITO


Ouvir
Rolado 1d20+12 : 11 + 12, total 23


O Druida entende a mensagem do vigilante, já era tarde demais... Seu pai morou naquela floresta por um bom tempo de sua existência... Ele sabia onde ele ficava, Era um recurso que poderiam tomar, sim, era o mais prudente... Iria propô-lo em breve, mas algo estava estranho...



ALEX


Álef não concordava em absoluto com aquelas acusações contra os Avengers, mas não iria continuar a discutir o tema. Poderia indispôr-se com algum dos outros.

Ouvir
Rolado 1d20+2 : 14 + 2, total 16


KATSU


Spoiler:
 

Ibormeith escutava tudo em silêncio, talvez não tivesse nada para comentar, talvez aquele fosse um assunto que não quissesse participar. Ou, ainda, poderia não se importar muito com ele, por hora. Se era verdade, ou não, o que diziam dos tais Avengers, não tinha importância, a bárbara queria um pouco de ação e... Bem, só isso, por hora. Não estava fazendo por ser nobre, estava fazendo por achar que era uma oportunidade de fazer algo.

Ela acariciava uma das pontas de seu mangual com o indicador, enquanto assobiava baixinho alguma música de suas terras, pensando que aquelas pessoas demoravam demais para agir.


OFF: Uhn, não faço idéia de qt é o Ouvir dela.

[blockquote]Rolado 1d20 : 17, total 17[/blockquote]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Seg Ago 23, 2010 12:20 am

Teste de Ouvir [Boltagon]

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
15

Zalbag percebeu antes de todos uma estranha movimentação pelos arredores. Ele sabia que algo estava acontecendo. Logo Ibormeuth e Àlef também estavam cientes do que acontecia.

[off: Vocês não estão surpreendidos.]

Mas foi tudo muito rápido, em alguns instantes foi possível ouvir um som cortando o ar e sons abafados vindo do lado de fora, alguma coisa havia caído no chão, rente a porta, e foi possível observar sangue escorrendo por baixo da mesma. Anoushka, o Vigilante, Boltagon e oPhebos só perceberam que algo estava errado quando ouviram o pesado som de uma pancada na porta, e ao ver o sangue entrando na casa.

O Vigilante gritou um: - NÃÃÃÃO. - quase que ao mesmo tempo que uma enorme marreta de ferro destrói a porta da casa.

Havia um homem forte e marcado por uma vida cheia de violência, que segurava seu machado com as dus mãos e com firmeza, que entrou na sala aos trotes, pgando impulso para desferir uma martelada. Atrás dele haviam vultos que também entraram no salão.

Iniciativas

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
3

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
4

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
3

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
13

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
3

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
7

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
4

Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Seg Ago 23, 2010 12:30 am

Ordem das Iniciativas


Assassino 3 - 16
Assassino 5 - 10
Assassino 1 - 7
Assassino 6 - 7
Assassino 2 - 6
Assassino 4 - 6

Assassino com Marreta - 5

[off: Todos podem rolar iniciativa, mas apenas Àlef, Zalbag e Ibormeith não estão surpreendidos, então só os três poderiam agir neste turno. Eu vou postar o mapa amanhã para não deixar os players perdidos!]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hitoshura



Mensagens : 333
Data de inscrição : 17/08/2010

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Seg Ago 23, 2010 12:34 am

Fergus notara os inimigos, mas não pensara que eles agiriam tão abertamente daquela maneira... O quão grande poderia ter sido a besteira que aqueles dois fizeram revelando suas intenções?

- Tch... - Foi tudo que ele comentou, e o pequeno caule em sua boca finalmente foi ao chão

Iniciativa +0
Hitoshura efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
1
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gracilariopsis

avatar

Mensagens : 223
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 43
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Seg Ago 23, 2010 7:24 am

- Mas que...

Foi tudo que Anouska pôde dizer antes da invasão.


Iniciativa:
Gracilariopsis efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
17

_________________
Alga Marinha Mutante Ninja
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gracilariopsis.multiply.com/
Rhygar



Mensagens : 115
Data de inscrição : 18/08/2010
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Seg Ago 23, 2010 11:48 am

Boltagon ficou alheio ao comentário dos outros.

Não importava que era por um bem maior, para ele, falar mal dos Avengers lhe era tão absurdo quanto a um clérigo dizer que seu Deus é uma Farsa.

Seus instintos e reflexos não foram velozes o suficiente para permitir que ele pudesse dar as boas vindas aos novos hóspedes como eles mereciam.

Rhygar efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
16
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alex



Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/08/2010
Idade : 36

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Seg Ago 23, 2010 11:11 pm

Álef já estava imaginando se aconteceria tão cedo. Virou-se com a velocidade do pensamento assim que ouviu os assassinos.

[roll="d20"]+3[/roll]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alex



Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/08/2010
Idade : 36

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Seg Ago 23, 2010 11:36 pm

Tentando rolar certo dessa vez!

Iniciativa +3
Alex efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
14
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Ter Ago 31, 2010 11:59 pm

Iniciativas do Vigilante, Ibormeuth e Phebos

Bane efetuou 3 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
7 , 17 , 17
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Qua Set 01, 2010 12:27 am



[off: Essa é a rodada surpresa, então apenas Zalbag, Àlef e Ibormeuth podem agir, além dos inimigos, claro. Àlef e Ibormeuth começam, depois os inimigos e por último Zalbag.]

2 - Assassino 16
3 - Assassino 10
4 - Assassino 7
5 - Assassino 7
6 - Assassino 6
7 - Assassino 6
1 - Assassino com Marreta - 5


6 - Anouska 19
4 - Zalbag 1
2 - Ibormeuth 20
7 - Àlef 17
3 - Boltagon 18
5 - Phebos 17
1 - Vigilante 9

A madeira da porta foi partida, e era possível ver um grupo de inimigos do lado de fora, a maioria de rostos e corpos indistinguíveis, exceto pelo grande guerreiro que portava um martelo enorme. Ele sorria de forma selvagem, encarando suas vítimas.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Alex



Mensagens : 18
Data de inscrição : 23/08/2010
Idade : 36

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sab Set 04, 2010 6:09 pm

Álef viu a invasão antes dos outros, que não tinham percebido o perigo, e alertou-os:

- Temos companhia! Preparem-se para lutar!

Numa reação quase automática, Álef gesticulou e proferiu as palavras mágicas, aumentando sua proteção antes de atacar os inimigos:

- Armadura Arcana!

- Vis rufiões não são bem-vindos aqui! Nós lhes ensinaremos boas maneiras!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Katsumi Liqueur

avatar

Mensagens : 480
Data de inscrição : 31/07/2010
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Qui Set 09, 2010 1:34 pm

Ibormeuth poderia ter agido logo, ter avançado até a porta e tentado impedir o homem com a marreta de avançar, afinal, o sangue que ela via ali, agora... "Tsc!"

Ela poderia, mas seria perigoso, se ele entrasse talvez fosse menos arriscado, mas... quem ligava pro risco!?

A bárbara avançou com fúria no assassino com a marreta.


Ataque +9 (2 p/ atk poderoso)
Katsumi Liqueur efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
19


Dano +14
Katsumi Liqueur efetuou 1 lançamento(s) de dados d10 (Imagem não informada.) :
8


OFF: Como assim os talentos dela não estão na ficha? Atk Poderoso, Trestpassar, depois eu falo os dos flaws xD

_________________
"Is my ignorance my fate, or is my love distorted hate
Is deliverance my mate or am I sleeping while awake
Is this place that we call home adorned by devastating foam
Am I mortal, am I god - Am I brighter than you thought?"

"I will never beg for mercy - I will never kiss your feet
I will never ask forgiveness and all of that I want to keep!
I will guide the blind in darkness though I cannot see myself
I will whisper in a deaf ear while I know you cannot speak."

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://rrpg.ultimarpg.net
Katsumi Liqueur

avatar

Mensagens : 480
Data de inscrição : 31/07/2010
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Qui Set 09, 2010 1:35 pm

OFF: Confirmando o crítico u.u

Ataque +9
Katsumi Liqueur efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
13


Dano +14
Katsumi Liqueur efetuou 1 lançamento(s) de dados d10 (Imagem não informada.) :
8

_________________
"Is my ignorance my fate, or is my love distorted hate
Is deliverance my mate or am I sleeping while awake
Is this place that we call home adorned by devastating foam
Am I mortal, am I god - Am I brighter than you thought?"

"I will never beg for mercy - I will never kiss your feet
I will never ask forgiveness and all of that I want to keep!
I will guide the blind in darkness though I cannot see myself
I will whisper in a deaf ear while I know you cannot speak."

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://rrpg.ultimarpg.net
Katsumi Liqueur

avatar

Mensagens : 480
Data de inscrição : 31/07/2010
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Qui Set 09, 2010 2:36 pm

OFF: Na vdd, é +16.

_________________
"Is my ignorance my fate, or is my love distorted hate
Is deliverance my mate or am I sleeping while awake
Is this place that we call home adorned by devastating foam
Am I mortal, am I god - Am I brighter than you thought?"

"I will never beg for mercy - I will never kiss your feet
I will never ask forgiveness and all of that I want to keep!
I will guide the blind in darkness though I cannot see myself
I will whisper in a deaf ear while I know you cannot speak."

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://rrpg.ultimarpg.net
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sab Set 11, 2010 1:09 am

Antes que qualquer um pudesse fazer algo, a bárbara avançou em uma investida e atingiu com violência o invasor que tinha uma marreta, que não ficou nada satisfeito.

- MULHER, VAI SE ARREMPENDER! VOU MOSTRÁ-LA QUE SEU LUGAR NÃO É NO COMBATE!

Ele então entrou na sala com cuidado e atacou Ibormeith.

Jogada de Ataque + 18

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
8

Dano + 13

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d10 (Imagem não informada.) :
6


Jogada de Ataque + 13

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
1

Dano + 13

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d10 (Imagem não informada.) :
7
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bane

avatar

Mensagens : 189
Data de inscrição : 17/08/2010
Idade : 32

MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   Sab Set 11, 2010 1:10 am

Confirmação do Erro Crítico

Jogada de Ataque + 13

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d20 (Imagem não informada.) :
19

Dano + 13

Bane efetuou 1 lançamento(s) de dados d10 (Imagem não informada.) :
2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Jornada - Frozen Souls   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Jornada - Frozen Souls
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Rota 01 -O início de uma longa jornada.
» [FANFIC] Pokémon Revolution, a jornada de Brian e Letícia.
» Frozen [Pânico na Neve]
» Seguindo Jornada
» [Cap.1] - Pokémon Flamejante ou Preguiçoso? O inicio da jornada.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Ressonance RPG :: Mesas :: Medieval :: A Jornada-
Ir para: